Abóboras gingantes são colhidas no Interior de Campo Formoso

Uma Família do Povoado de Bom Jardim colheu duas abóboras gigantes, uma pesando aproximadamente 30 kg onde não conta com registro fotográfico, já que a mesma foi enviada para o estado de São Paulo. 

Foto: Reprodução

Já a segunda abóbora um pouco menor, pesando cerca de 25 kg, essa foi registrada com diversas fotografias, para evidenciar o feita e a surpresa que causou no Casal de Agricultores, já que era a segunda do tipo em menos de 8(Oito) dias. 

A agricultora dona Maria Rosalina conta que as abóboras foram plantadas de forma orgânica, sem adubação química e apenas contava com a irrigação artesanal (regadas com regador). Ela ainda conta que ficou bastante surpresa, porque os demais pés de abóbora não resistiram às condições climáticas e morreram, restando apenas um único pé de abóbora que foi justamente o que deu essas abóboras gigantes.

 O fato surpreendeu os demais produtores da região, porque as Abóboras são de uma espécie comum e não da espécie gigante como é comum pesar mais de 200 kg e conta com diversos processos químicos. Os agricultores do local atribuem o fato dessas aboboras gigantes, ao tipo de solo, já que a região tem um solo rico em calcário.

 O CF News procurou um agrônomo para tentar explicar esse fato e saber se o calcário poderia mesmo ter causado isso, ele nos explicou que “O calcário na agricultura, serve para evitar a absorção de toxinas, fornece macro-nutrientes e potencializa o efeito dos fertilizantes. Assim, o produtor revitaliza a terra, obtendo uma maior produtividade e competitividade. Então pode sim ser um dos fatores, embora seja preciso um estudo maior do solo e da situação, para afirmar com toda convicção.”

Comente usando seu Facebook