Deputado Aleluia denuncia prefeito de Juazeiro por suposto crime de responsabilidade

O deputado federal José Carlos Aleluia (DEM) apresentou, nesta terça-feira (03), uma ação popular no Tribunal de Justiça da Bahia e representação aos Ministérios Públicos Federal e Estadual denunciando o prefeito de Juazeiro, Paulo Bonfim (PCdoB), por suposto crime de responsabilidade.

De acordo com o democrata, o gestor dissimulou a doação de um patrimônio público da cidade avaliado em R$ 1,2 milhão como forma de diminuir um rombo iniciado ainda na gestão do ex-prefeito Isaac Carvalho (PCdoB) junto ao Instituto de Previdência dos Servidores Juazeiro (IPJ).

“Descobrimos que o prefeito não só está se apropriando do dinheiro da aposentadoria dos servidores, como usou um patrimônio público da cidade de Juazeiro para amortizar essa dívida que ele e o ex-prefeito criaram. É crime. Vão responder por isso na Justiça. E vai ter que devolver esse terreno que não pertence a ele, nem ao seu chefe político. Pertence à cidade de Juazeiro”, disparou Aleluia.

Na ação popular, Aleluia pede à Justiça, em caráter liminar, que revogue o ato de Paulo Bonfim sob pena de multa diária de R$ 5 mil ao prefeito. O deputado também solicita que seja decretada a “invalidade dos atos lesivos ao patrimônio público, condenando os Réus, inclusive, no pagamento de eventuais perdas e danos pela violação aos princípios da Administração Pública”. Segundo o demista, “o imóvel ‘negociado’ pelos comunistas de Juazeiro faz parte de uma praça”.

 

Comente usando seu Facebook