Disputa pela Presidência da Câmara de Vereadores de Campo Formoso, pode causar racha no Grupo Boca Preta.

A Eleição de Presidente da Câmara de Vereadores de Campo Formoso para o próximo biênio (2019 – 2020), que acontecerá no próximo dia 11/12/2018 e promete ser a mais disputada dos últimos anos, não por conta da disputa Boca Branca x Boca Preta, como tem sido marcada as disputas anteriores para o cargo, mas dessa vez o embate interno dos Boca Pretas, o que pode causar um grande racha no grupo político liderado pelo Deputado Estadual Adolfo Menezes.

De um lado está o Vereador José Alberto (Zé Lambão) (PSD) e do outro lado está o Vereador Vasconde Gomes (Vê) (PC do B) os dois já registraram suas chapas e travam um duelo interno em busca de votos.

Na teoria o Vereador Zé Lambão leva uma pequena vantagem sobre o Vereador Vê, já que Ele já tem em seu favor 8 votos declarados (contando com o próprio voto) sao Eles, Zé Lambão, Wolnei Borges, João Pedro, Maurício Laborda, Arlivan Gonçalves e Daniel Muniz, todos esses da base do Governo e ainda conta com o apoio de Edmundo Miranda, André Custodio, vereadores da oposição, enquanto o Vereador Vê tem apenas 7 votos declarados (contando com o próprio voto) são Eles: Vê, Nagy Pinto, Adailton Menezes, Luciano Jatobá, todos esses da base do Governo E ainda conta com o apoio de Jaci Muniz, Junior Nascimento e Magnaldo, vereadores da oposição, o que dá a Zé Lambão a maioria que precisa para se eleger.

Só que o Vereador Vê conta com uma carta na manga, que é o retorno da Vereadora Hilda Menezes (Ela que atualmente é a Secretaria Municipal de Ação Social) para a Câmara de Vereadores para assumir o mandato durante a Eleição, fato esse que faria com que o Vereador Daniel Muniz não pudesse votar, já que o mesmo ocupa a vaga deixada por Hilda. Sendo assim Zé Lambão perderia o voto de Daniel Muniz o que me tiraria a maioria é Vê ganharia o voto da Vereadora, o que lhe garantiria maioria. Outra hipótese é da Hildinha Menezes não votar em ninguém, deixando empate e o Vereador Vê se sagrar vencedor pelo critério do Candidato mais velho.

Essa “carta na manga” é considerada uma clara interferência do Deputado Adolfo Menezes no pleito e uma clara demonstração de que seu candidato preferido é o Vereador Vê, já que Hildinha não reassumiria sua vaga no legislativo para votar em Vê ou anular seu voto, sem que Adolfo desse o veredito.

Diante das hipóteses que surgem nos bastidores, é que se isso acontecer, o Vereador Zé Lambão abandonará o grupo Boca Preta.­

Comente usando seu Facebook